LINHA DO TEMPO
07/12/2012

ELOVERDE conquista primeiro lugar no Prêmio ANA 2012

 A ELOVERDE conquistou o primeiro lugar do prêmio ANA 2012 da Agência Nacional das Águas, órgão maior da gestão de recursos hídricos na esfera federal. O prêmio ANA acontece a cada 2 anos, essa é a 4ª  edição. Neste ano a premiação teve o recorde de 363 projetos inscritos em oito categorias: Água e Patrimônio Cultural, Ensino, Empresas, Governo, Imprensa, ONG, Organismos de Bacia e Pesquisa e Inovação Tecnológica. O recorde anterior era de 286 participantes na edição de 2010.

O evento ocorreu no auditório do Teatro da Caixa Cultural de Brasília, na noite de 05 de dezembro de 2012. Na solenidade foram reconhecidas iniciativas que apontam caminhos para assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para o desenvolvimento e a qualidade de vida das atuais e futuras gerações.

Estiveram em Brasília representando a ELOVERDE Rosane Peluso, economista, presidente da Eloverde, Queli Giareta, T.I. Gestora de projetos da Eloverde e Lidiane Bernardi, Tecnóloga em Gestão Ambiental da ELOVERDE.

Na cerimônia apenas dois estados saíram com dois vencedores: Rio Grande do Sul e Sergipe. Os demais quatro Troféus Prêmio ANA, peças criadas pelo mestre-vidreiro italiano Mario Seguso, foram para: Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco e São Paulo. Com o resultado, os paulistas acumulam seis vencedores, seguidos por três iniciativas gaúchas. Os finalistas estiveram em Brasília, com as despesas pagas, para participar da solenidade.

O aspecto nacional da premiação ficou claro com a divisão dos 24 finalistas, que representaram todas as cinco regiões do País: Minas Gerais (4), Paraná (3), Rio Grande do Sul (3), São Paulo (3), Pernambuco (2), Santa Catarina (2), Sergipe (2), Bahia (1), Ceará (1), Distrito Federal (1), Mato Grosso (1) e Roraima (1). Os representantes de cada um dos projetos foram homenageados com um quadro da artista plástica brasiliense Juliana Limeira, contendo paisagens naturais brasileiras.

Durante a solenidade a Agência lançou o Banco de Projetos do Prêmio ANA, que reúne no site da premiação informações de trabalhos que já foram finalistas e vencedores de todas as edições, com o objetivo divulgá-los para que as boas práticas possam ser replicadas pelo Brasil. O Prêmio ANA é concedido a cada dois anos desde 2006, sempre com o patrocínio exclusivo da Caixa Econômica Federal. Em 2012, a Rede Brasil de Organismos de Bacia apóia a premiação (www.ana.gov.br/premio).

Para cada uma das categorias, a Comissão Julgadora selecionou três iniciativas finalistas e, entre elas, uma vencedora. Tal Comissão foi composta de membros externos à Agência e com notório saber sobre recursos hídricos, meio ambiente, patrimônio cultural ou Jornalismo. Os critérios de avaliação dos trabalhos levaram em consideração: efetividade; potencial de difusão/replicação; adesão social; originalidade; impactos social, cultural e ambiental; e sustentabilidade financeira (quando aplicável).

Ainda sob o impacto da premiação a presidente da  ELOVERDE e sua equipe agradece a todos os 138 voluntários, ao corpo técnico da  ELOVERDE, aos patrocinadores públicos e privados, a rede de apoio construída em torno deste trabalho que viabilizaram a realização das ações do projeto Revitalização dos Rios de Erechim. Agradecemos aos meios de comunicação, jornais, rádio, TV que participaram ativamente durante o projeto acompanhando, divulgando fazendo com que nossas ações se tornassem visível a toda sociedade contribuindo assim para o alerta e a sensibilização de todos referente aos cuidados que devemos ter com nossos rios.

Um agradecimento especial ao Ministério Público Estadual e a Vara das Execuções Criminais do Fórum – Comarca de Erechim por terem sido os mentores e incentivadores do projeto além da credibilidade conquistada. Com todos estes compartilhamos esta conquista.

Linha Tempo