LINHA DO TEMPO
16/05/2011

Outdoors buscam reflexão por parte da comunidade com relação a vida dos nossos rios

Sensibilizar a comunidade local e regional a respeito da atual situação dos rios de Erechim, em especial, pelo processo de poluição e descaso da comunidade urbana e rural com relação ao lixo presente em suas margens de forma irresponsável é o objetivo da sequência de outdoors distribuídos na cidade pela ELOVERDE.

Este é um dos objetivos propostos pela ELOVERDE, dentro do Projeto de Revitalização dos Rios de Erechim, momento em que através de vários outdoors colocados em vários pontos da cidade busca não somente chamar atenção através das imagens, mas passar uma mensagem de que é possível mudar a atual situação, alertando para a atual situação do rio Tigre.

Com o tema Humanamente Possível, a ELOVERDE mostra que, com a união e esforços de muitos pode-se reverter a atual situação de nossos rios. Para tanto, as imagens usadas nos outdoors mostram a realidade que foi encontrada durante os trabalhos de limpeza no Rio Tigre dentro de suas etapas. Um trabalho que é feito pelas mãos de voluntários.

Até o momento a ELOVERDE já retirou dos rios Suzana, Dourado e Tigre mais de 46 toneladas de lixo das mais diferentes espécies. O Rio Tigre, diferente dos demais, encontra-se num processo intenso de poluição de suas águas pela recepção do esgoto não tratado da cidade e acúmulo de lixo. Há  uma grande quantidade de resíduos a serem retirados que demandará não somente o esforço humano, mas da força mecânica para a sua total execução.

Desde que colocados, os outdoors tem chocado a comunidade, mas especialmente visitantes que se deparam com a triste situação dos rios de nosso município. “Quem chega ao nosso município não sabe da situação de nossos rios, mas no momento em que se depara com os outdoors que estão colocados em vários pontos passa a se perguntar de como se chegou numa situação como esta. É claro que o lixo se acumula há vários anos, mas a Eloverde, através de todos os seus voluntários tem provado que é sim, humanamente possível, reverter a atual situação”, destaca Heraldo Ribeiro, técnico coordenador do trabalho de limpeza no projeto.

Além dos outdoors a ELOVERDE está com três jingles nas rádios do município, um extenso trabalho de educação ambiental junto às escolas, e contato direto com comunidade urbana e rural sobre a importância da separação correta do lixo doméstico.

Linha Tempo