LINHA DO TEMPO
02/05/2011

ELOVERDE finaliza Dourado no aniversário do município

A ELOVERDE realizou no último sábado, 30, data da comemoração dos 93 anos de emancipação política administrativa de Erechim, momento em que a agenda de programações estavam voltadas para festividades, a finalização da limpeza do Rio Dourado dentro do Projeto de Revitalização dos Rios de Erechim. 

Neste final de semana, novamente acompanhado pelos acordes do músico voluntário, Roque Afonso Skowronski, uma equipe composta por cerca de vinte voluntários fizeram um pente fino nos quilômetros 06 e 10 na Linha Dourado. Na oportunidade, encontraram depósito de lixo próximo ao rio, como garrafas de vinho, pneus e entulhos evidenciando o desrespeito de alguns proprietários de terras. Embora não estejam diretamente na água, se houver uma enxurrada de grandes proporções, haverá danos de grande monta para a vida do rio.

Mas como nem tudo é apenas trabalho, o Rio Dourado dá de presente para quem o segue uma visão de extraordinária plasticidade e beleza natural. Já imortalizado em imagens belíssimas através da visão do fotógrafo Mauro Pazinatto, o Dourado inspira tranqüilidade e sensação de que é possível sim viver em harmonia com a natureza sem agredi-la com lixo, derrubada da vegetação ciliar ou seu represamento para o uso da água na agricultura.

 A queda da água junto ao quilômetro 10 não apenas inspirou seu Roque para a música em contato direto com a natureza, mas a todos os que estavam presentes. Uma prova de que temos muito a aprender. O local, que também serve de casa para peixes e tartarugas, prova que é humanamente possível mudarmos os conceitos atuais de que nada pode ser feito.

Ainda no final dos trabalhos ao longo do Dourado, mais próximo ao Distrito de Jaguaretê, voluntários da ELOVERDE recolheram assinaturas de moradores que acham a atitude muito salutar para a vida dos rios, até porque há uma dificuldade com relação a coleta do lixo, que na maioria dos casos são queimados mas, como acontece em todos os locais, uma quantidade acabam sendo jogados na beira da estrada e próximo as margens, o que lamentam muito. Durante todo o trabalho foram coletados pouco mais de 20 sacos de lixo.

O  rio Dourado é o maior em extensão encontrado no território de Erechim. Rio de (5ª ordem) que juntamente com seus tributários (Vaca Morta – 3ª ordem, Paca – 3ª ordem, Santa Lúcia – 4ª ordem, Negro – 4ª ordem, Verde– 2ª ordem e Jaguaretê – 2ª ordem) possui um comprimento aproximado de 188 km.

Para a equipe da eloverde, a limpeza do Rio Dourado, um grande cartão postal foi um presente da ELOVERDE e de todos os seus voluntários para o município de Erechim. Este é um trabalho que é realizado por homens e mulheres, voluntários que dedicam as manhãs dos sábados para que nossos filhos e netos tenham, num futuro próximo, a certeza de que os rios de Erechim estão vivos e em harmonia com toda a comunidade. Que os resultados de cada hora trabalhada sejam gratificantes para todos. Estamos fazendo nossa parte na construção de uma sociedade melhor para todos. Um belo presente para nosso município em sua data máxima.

Ainda na tarde de sábado, voluntários da equipe de Educação Ambiental estiveram junto ao Bairro Atlântico para, na sede da Associação de Moradores, proferirem palestra para crianças sobre a separação correta do lixo.

O projeto de Revitalização dos Rios de Erechim, tem como apoiadores o Ministério Público Estadual e a Vara de Execuções Criminais, além de uma vasta rede de apoio de entidades locais. O projeto teve três macro-objetivos. O primeiro é o mapeamento dos rios Tigre, Suzana e Dourado, o segundo a educação ambiental da sociedade civil e o terceiro é a limpeza física dos rios.

Linha Tempo