LINHA DO TEMPO
17/01/2011

ELOVERDE constata um verdadeiro shopping a céu aberto no rio Tigre

Desde que a equipe da ELOVERDE e voluntários iniciaram os trabalhos de limpeza do Rio Tigre dentro do Projeto de Revitalização dos Rios de Erechim, a constatação que a comunidade em sua maioria está alheia a atual situação ambiental de Erechim.

 Depois da triste realidade da Etapa 03, no último dia 08, a Etapa 04 realizada na manhã deste sábado, 15, com a presença de cerca de 20 voluntários, visualizou o Rio Tigre como um verdadeiro shopping a céu aberto, ou seja, nas suas margens foram encontrados: máquina de lavar roupa, centrífuga, carrinho de bebe, brinquedos, bolsa feminina, pets de refrigerante, vinagre e outras embalagens plásticas, caixa registradora, telhas, madeiras, copos de plásticos, garrafas, além de uma infinidade de produtos que são descartados pela comunidade, ou seja, aquilo que se vê em lojas, após seu desuso acaba dando um triste visual a um dos rios que, num passado não muito remoto propiciava banho e uma excelente pesca.

Na oportunidade foram recolhidos 2 toneladas e meia de lixo.

Para piorar, além do mau cheiro devido a grande poluição do rio, ainda foram encontrados animais mortos, como cachorros e uma boa quantidade de ratos em estado de putrefação, sem contar os pequenos resíduos que vão se acumulando nas pedras, galhos de árvores e saliências durante o percurso do rio.

 Os trabalhos iniciaram próximo a sede da ARCAN e seguiram o rio abaixo durante toda a manhã. No trajeto, o morador Paulo Tomaz, da Rua Estevam Gavenda reclama o fato de que os moradores próximos do rio, mesmo sabendo que existe a coleta seletiva de lixo em horários determinados, acabam jogando o lixo dentro do canal. “Moro há três meses no bairro e lamento o descaso com o rio. O mau cheiro é muito forte, daí a necessidade urgente de toda a comunidade com relação a esta situação”.

Pondo a mão na massa junto com os voluntários, o morador Paulo Ricardo da Silva, 27, lamentou a situação precária do Rio Tigre e também destacou a falta de conscientização com relação a separação do lixo e a coleta seletiva. “Não tem porque jogar no rio se o caminhão passa para recolher o lixo. Este era um rio usado para o banho e pesca, e hoje encontra-se deste jeito. Temos que cuidar de nossa água, pois até podemos passar fome, mas não podemos ficar sem a água”.

Para Gabriel Leonardo da Silva, 10, a situação do rio está muito ruim, pois como qualquer criança gostaria de tomar banho de rio, mas o mesmo não propicia isto. Ele lamenta que muitas pessoas jogam o lixo, mas garante que as crianças fazem a sua parte cuidando para que não fique mais sujo.

No próximo sábado, 22, haverá a limpeza da Etapa 05, um dos pontos mais críticos do Rio Tigre.

O Projeto de Revitalização dos Rios de Erechim é uma parceria ELOVERDE - Vara das Execuções Criminais -Ministério Público Estadual e várias outras entidades, que formam a rede de apoio do projeto dentre elas a Prefeitura Municipal através da Secretaria de Obras e Meio Ambiente que colaboram com a coleta do lixo.

Linha Tempo