LINHA DO TEMPO
03/06/2009

Exposição revela realidade dos rios de Erechim

Realizada exposição no Master Sonda Shopping das imagens sobre a realidade local dos rios de Erechim, principalmente do Arroio Tigre, e da primeira etapa do projeto de Revitalização dos Rios de Erechim que contempla o Parque Longines Malinowski. Organizada pela ELOVERDE®, responsável pela execução do projeto, também participa do evento o 2º Pelotão Ambiental da Brigada Militar, que exemplifica por meio de fotografias crimes de poluição. A exposição é mais uma parceria da ELOVERDE® com o Master. No mesmo local onde hoje está à mostra a realidade dos rios da cidade, em frente ao Cine Master, há seis anos foi realizado o lançamento da ELOVERDE®, também durante a Semana do Meio Ambiente, exatamente há seis anos.

A exposição impactou quem parou para observar o que as imagens mostram. “É trágico”, descreve o comerciante Roberto Torriani, que esteve na exposição acompanhado da filha, Luiza, de oito anos. “Mostra o lado irracional do ser humano, uma realidade que às vezes não imaginamos que exista, causada por um problema cultural, além de ambiental”, acrescenta.                                                           

Pelas imagens foi possível ver que são jogados nos rios e nas margens embalagens plásticas, de salgadinhos e agrotóxicos, roupas e calçados, garrafas, caixas de leite, papéis, restos de materiais escolares e de construção, latas de tinta, pneus, estopas, capacete, sofás, pias, entre outros produtos descartados pelos erechinenses. “As imagens falam por si”, considera a voluntária da ELOVERDE®, Luciana Inteker, que atua na área de educação ambiental.  “As fotos mostram como ficam os nossos rios se jogarmos coisas neles ou nas estradas”, complementa o comerciante Rogério Carvalho. Os filhos Rafael e Gabriel, de oito e dez anos, consideraram a iniciativa “legal” por mostrar o que é a poluição dos rios e o quanto é preciso cuidar do meio ambiente.           Segundo Luciana, é preciso conscientizar e sensibilizar sobre a questão dos rios da cidade, cujo estado físico chama a atenção, principalmente pelo tipo de sujeira que comportam indevidamente. Para saber se as pessoas conhecem a problemática do lixo, os voluntários entregaram aos visitantes um questionário para testar o conhecimento deles justamente sobre o lixo, verificar os hábitos após o racionamento, a atitude perante a coleta seletiva e preocupação com a saúde pública.

Linha Tempo